Última hora

Última hora

Grécia: Campo de refugiados é atacado a cocktails molotov

Pelo terceiro dia consecutivo, repetem-se os confrontos entre refugiados e moradores da ilha grega de Quíos.

Em leitura:

Grécia: Campo de refugiados é atacado a cocktails molotov

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo terceiro dia consecutivo, repetem-se os confrontos entre refugiados e moradores da ilha grega de Quíos. A tensão acabou em violência: um sírio ficou gravemente ferido na cabeça, esta sexta-feira. No campo de refugiados de Suda, vivem 800 migrantes, mas no total, na ilha de Quíos vivem cerca de 4 mil.

Já na quinta-feira , dois grupos de migrantes invadiram lojas e roubaram fogos de artifícios. Logo depois atiraram os artefactos contra carros e casas próximas ao campo. Na madrugada desta sexta surgiu a resposta. Um refugiado explicou que foram “lançados dois cocktails molotov. São muito perigosos para as pessoas. Viemos para este restaurante porque a situação é muito difícil dentro do campo”. Vários artefatos foram lançados contra o campo de refugiados e dois voluntários ficaram feridos.

De acordo com a polícia, a tensão está a tornar-se cada vez mais difícil de controlar uma vez que várias organizações de extrema-direita estão a tentar aproveitar-se da fúria dos habitantes. Aliás, a imprensa grega fiz mesmo que militantes radicais de direita foram os autores destas represálias no campo de Suda.