Última hora

Em leitura:

Erdogan ameaça abrir fronteiras


Turquia

Erdogan ameaça abrir fronteiras

Depois de os deputados europeus terem decidido que se devem congelar as negociações de adesão da Turquia à União Europeia, por causa do que se passa, atualmente, no país, as ameaças do presidente turco não se fizeram esperar.

Recep Tayyip Erdogan avisa que se as ameaças ao seu país continuarem abrirá as fronteiras e deixará sair uma imensa vaga de refugiados para a Europa:

“Quando 50.000 imigrantes chegaram à cidade fronteiriça de Kapikule, fizeram um grande alarido. O que faríamos se a Turquia abrisse as fronteiras, já pensaram nisso? Pois é isso que acontecerá, se isto for mais longe, as fronteiras serão abertas.

Deveriam saber que nem eu, nem esta Nação se preocupa com ameaças vazias”.

O pedido de suspensão, ainda que temporária, das negociações de adesão da Turquia à União Europeia foi aprovado, quinta-feira, em Estrasburgo.

Uma resolução meramente consultiva, mas representativa do sentimento da maioria dos deputados europeus, já que 479 votaram a favor e apenas 37 contra, face à onda de repressão que se vive no país desde o golpe falhado de julho.

Ainda assim, o acordo feito entre UE e Turquia, para que milhares de refugiados permaneçam no país, deixa o bloco europeu de mãos atadas já que este previa as negociações para a entrada da Turquia na UE.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Colombianos continuam divididos sobre acordo com as FARC