Última hora

Em leitura:

França: Duelo de dois antigos primeiros-ministros republicanos


França

França: Duelo de dois antigos primeiros-ministros republicanos

Sabe-se no domingo quem vai representar a ala política conservadora nas eleições presidenciais de França do próximo ano.

François Fillon e Alain Juppé têm este sábado para convencer os eleitores da segunda volta das primárias do centro-direita.

A Fillon basta segurar a larga vantagem que as sondagens lhe dão.

Está em Paris.

“A Síria está devastada pelo grupo Estado Islâmico, que mata as nossas crianças nas nossas ruas. A Síria está esventrada por conflitos internos e dilacerada pelo bombardeamento sobre os civis. Se não criarmos as condições para uma verdadeira coligação internacional, se nos recusarmos aliar com a Rússia, o totalitarismo islâmico vai continuar e espalhar a sua sombra e a morte”, declarou Fillon.

Alain Juppé é classificado mais moderado em relação a Fillon nas ideias reformistas.

O antigo primeiro-ministro de Jacques Chirac tem este sábado para derrotar os números desfavoráveis dos estudos de opinião.

Está em Nancy.

“Ficarmos juntos significa dar à Europa fronteiras realmente estáveis e controladas. Estabilidade significa: parar o alargamento. Naturalmente, a Turquia não tem lugar como Estado membro da União Europeia por inúmeras razões.
E as fronteiras têm que ser controladas. Fizemos pequenos progressos, há a agência Frontex, que é totalmente incapaz de controlar as fronteiras externas da União Europeia”, explicou Juppé.

Quem ganhar no domingo terá fortes probabilidades de se tornar no presidente da República de França.