Última hora

Em leitura:

Itália:Matteo Renzi anuncia demissão


Itália

Itália:Matteo Renzi anuncia demissão

Com Ansa

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi (Partido Democrata, centro-esquerda), anunciou, num discurso transmitido em direto pelas televisões nacionais, que vai apresentar a sua demissão.

A decisão de Renzi foi tomada depois de conhecidos os resultados do referendo realizado este domingo acerca da proposta de reforma constitucional do seu Governo.

Matteo Renzi disse que não era possível mudar o sistema político italiano quando “todos mudavam de cargo,” ainda que “permanecessem sempre os mesmos no poder” e que, por isso “quem se ia embora era ele.”

A proposta submetida a referendo, que contou com as críticas de toda a oposição, incluía uma drástica redução dos poderes da câmara alta, o Senado (que iria perder o poder legislativo), procurando o fim do chamado bicameralismo partidário.

O número de Senadores seria assim reduzido de 315 para 100.

Seriam também suprimidas as mais de 100 províncias existentes e seriam eliminados vários poderes das diferentes regiões.

Esta foi a maior derrota da trajetória política de Matteo Renzi, no poder há pouco mais de dois anos e nove meses.

O primeiro-ministro viveu uma campanha eleitoral muito agressiva, com uma oposição determinada em transformar o referendo num plebiscito sobre a legitimidade de Renzi enquanto chefe do Governo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Áustria

Áustria: Van der Bellen vencedor, Hofer reconhece derrota