Última hora

Em leitura:

ONU: Relatórios denunciam assassinato de civis em Alepo


Síria

ONU: Relatórios denunciam assassinato de civis em Alepo

O enclave oriental de Alepo ocupado pelas forças anti-regime é um inferno para os civis, que estão a ser assassinados a tiro pelo exército sírio e os seus aliados – são afirmações do porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos (ACNUDH), Rupert Colville, esta terça-feira.

Relatórios de várias fontes falam de civis assassinados pelas forças fiéis a Bashar al-Assad, que entram nas casas e disparam contra os habitantes, disse Colville, em Genebra.

“Os civis pagaram um preço brutal durante este conflito e temos os piores pressentimentos sobre a sorte daqueles que permanecem neste último enclave infernal da oposição, no leste de Aleppo. Ontem à noite, recebemos mais relatos profundamente perturbadores que falam de numerosos corpos nas ruas, que os moradores não conseguem sequer recuperar porque estão sob bombardeamento intenso e têm medo de alvejados”, afirmou o porta-voz do ACNUDH.

O exército sírio é apoiado por aviões de guerra russos e milícias xiitas apoiadas pelo Irão. Os rebeldes, a maioria sunitas, incluem grupos apoiados pelos Estados Unidos, Turquia e monarquias do Golfo, para além de radicais jihadistas que não têm apoio directo do Ocidente.