Última hora

Última hora

Rússia: Autoridades não descartam possibilidade de ato de terrorismo ter provocado queda de avião

As autoridades russas afirmam que não descartaram a possibilidade de “um ato terrorista” estar na origem do despenhamento do avião militar, no Mar Negro, no domingo, com 92 pessoas a…

Em leitura:

Rússia: Autoridades não descartam possibilidade de ato de terrorismo ter provocado queda de avião

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades russas afirmam que não descartaram a possibilidade de “um ato terrorista” estar na origem do despenhamento do avião militar, no Mar Negro, no domingo, com 92 pessoas a bordo.

O ministério dos Transportes anunciou que vai demorar pelo menos trinta dias para apurar as reais causas da queda do Tupolev-154.

“Terminámos de examinar, por completo, o local da catástrofe. Durante as operações de busca, até hoje, recolhemos 19 cadáveres, mais de 230 partes de corpos, 13 grandes destroços do avião e cerca de dois mil mais pequenos”, informou o ministro russo dos Transportes, Maxim Sokolov.

Segundo os investigadores, uma das caixas negras do avião revela que não houve qualquer explosão a bordo.

As autoridades confirmam, apenas, que os equipamentos do avião estavam a funcionar “anormalmente”.

A operação de buscas envolveu até agora 3600 pessoas, incluindo 200 mergulhadores da marinha russa, que têm sido auxiliadas por drones e submersíveis.