Última hora

Em leitura:

Papa denuncia "orfandade espiritual" e "praga do terrorismo"


Vaticano

Papa denuncia "orfandade espiritual" e "praga do terrorismo"

O papa Francisco denunciou a “orfandade espiritual” da nossa sociedade na primeira missa do ano. O sumo pontífice presidiu à homilía na Basílica de São Pedro, no dia em que a igreja católica celebra o Dia Mundial da Paz.

Para o papa Francisco, este abandono põe em causa o “sentido de pertença”:

“A perda dos laços que nos unem, tão típica na nossa cultura dividida e fragmentada, fortalece esta sensação de orfandade e tem como resultado a solidão e um grande vazio. A inexistência de contacto físico, e não virtual, está a tornar os nossos corações insensíveis e a fazer-nos perder a capacidade para a ternura e a admiração, para a piedade e a compaixão.”

O argentino Jorge Bergoglio condenou igualmente o atentado em Istambul e criticou “a praga do terrorismo”.