Última hora

Em leitura:

Trump responde a Kim Jong-un no Twitter


Coreia do Norte

Trump responde a Kim Jong-un no Twitter

Donald Trump respondeu às ameaças de Ano Novo do regime norte-coreano.

O presidente eleito dos Estados Unidos voltou a recorrer ao Twitter para assegurar que um míssil de Pyongyang nunca cairá em solo americano.

E foi também através do seu canal diplomático favorito que o próximo ocupante da Casa Branca criticou a China por não controlar o seu aliado apesar de beneficiar imenso dos laços económicos com os Estados Unidos.

O porta-voz da diplomacia chinesa afirmou, entretanto, que Pequim tem trabalhado para alcançar a desnuclearização da península coreana.

A troca de ameaças começou na mensagem do líder norte-coreano no dia 1 de janeiro. Kim Jong-un anunciou que o regime comunista se encontrava na fase final do desenvolvimento de um míssil balístico intercontinental e que o país se tinha transformado numa potência militar que mesmo o inimigo mais poderoso não poderia atingir.

A Coreia do Norte já realizou seis testes de mísseis intercontinentais embora tenha sempre afirmado que os engenhos têm como objetivo a colocação de satélites em órbita.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Chile

Chile: Valparaiso enfrenta de novo as chamas