EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Trump responde a Kim Jong-un no Twitter

Trump responde a Kim Jong-un no Twitter
Direitos de autor 
De  João Peseiro Monteiro com Reuters, EFE, AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump respondeu às ameaças de Ano Novo do regime norte-coreano.

PUBLICIDADE

Donald Trump respondeu às ameaças de Ano Novo do regime norte-coreano.

O presidente eleito dos Estados Unidos voltou a recorrer ao Twitter para assegurar que um míssil de Pyongyang nunca cairá em solo americano.

North Korea just stated that it is in the final stages of developing a nuclear weapon capable of reaching parts of the U.S. It won't happen!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 2 de janeiro de 2017

E foi também através do seu canal diplomático favorito que o próximo ocupante da Casa Branca criticou a China por não controlar o seu aliado apesar de beneficiar imenso dos laços económicos com os Estados Unidos.

China has been taking out massive amounts of money & wealth from the U.S. in totally one-sided trade, but won't help with North Korea. Nice!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 2 de janeiro de 2017

O porta-voz da diplomacia chinesa afirmou, entretanto, que Pequim tem trabalhado para alcançar a desnuclearização da península coreana.

A troca de ameaças começou na mensagem do líder norte-coreano no dia 1 de janeiro. Kim Jong-un anunciou que o regime comunista se encontrava na fase final do desenvolvimento de um míssil balístico intercontinental e que o país se tinha transformado numa potência militar que mesmo o inimigo mais poderoso não poderia atingir.

Kim Jong-un says North Korea will conduct its first test of an intercontinental ballistic missile https://t.co/lbnK2VAwxA

— The New York Times (@nytimes) 2 de janeiro de 2017

A Coreia do Norte já realizou seis testes de mísseis intercontinentais embora tenha sempre afirmado que os engenhos têm como objetivo a colocação de satélites em órbita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kim Jong-un mostra armas ao ministro da Defesa da Rússia

Militar dos EUA foge para a Coreia do Norte

Milhares de túmulos iluminados não deixam apagar a memória do Dia D