Última hora

Em leitura:

FBI investigado por anúncios contraditórios sobre emails de Clinton


EUA

FBI investigado por anúncios contraditórios sobre emails de Clinton

A Justiça norte-americana vai reabrir o caso dos emails de Hillary Clinton, desta vez para investigar a gestão do dossiê por parte do FBI.

Em causa estão os anúncios contraditórios do diretor da agência de informações, James Comey, sobre o inquérito à então candidata democrata às presidenciais.

Hillary tinha sido ilibada das suspeitas de ter utilizado uma conta privada de correio eletrónico para receber informação classificada durante o mandato como secretária de Estado.

O diretor do FBI tinha, no entanto anunciado a reabertura do inquérito a Clinton, no final de Outubro, em plena campanha eleitoral, antes de voltar atrás na decisão a 48 horas do escrutínio.

A nova investigação vai estar a cargo dos inspetores do Departamento de Justiça, responsáveis por detetar possíveis falhas e abusos nos serviços judiciais.

A investigação vai incluir outros casos de alegada interferência dos serviços secretos e da polícia na campanha para as presidenciais de novembro.