Última hora

Em leitura:

Rússia condena ataque dos EUA à Síria enquanto Reino Unido apoia a ação


Rússia

Rússia condena ataque dos EUA à Síria enquanto Reino Unido apoia a ação

A Rússia condena o ataque dos EUA a uma base aérea síria.
Vladimir Putin, citado por agências de notícias russas, diz acreditar que se trata de uma “violação do Direito Internacional” e uma “agressão contra um Estado soberano” concretizada sob um pretexto inventado. Uma situação que diz afetar as relações entre os dois países.

A porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros russo vai mais longe:

“É claro que este ataque foi preparado com antecedência. Para todos os especialistas é claro que Washington tomou a decisão antes do ataque químico em Idlib. Trata-se de um pretexto para mostrar força”.

Por seu lado o governo britânico já disse apoiar “plenamente a ação dos Estados Unidos”. Para o ministro britânico da Defesa esta ação foi planeada para impedir Bashar al-Assad de realizar mais ataques com armas químicas, mas não significa o início de uma nova campanha militar:

“Esta foi uma ação muito limitada, muito apropriada, estritamente focada em atacar o aeródromo, os aviões e o equipamento que os Estados Unidos acreditam estar envolvido no ataque com gás, para deter o regime de futuros ataques e esperamos, portanto, salvar vidas no futuro”, afirmou Fallon aos jornalistas.

Trump: Ataque à Síria foi de interesse vital para a segurança dos EUA

Síria

Trump: Ataque à Síria foi de interesse vital para a segurança dos EUA