Última hora

Em leitura:

Trump e o FBI: "Uma demissão controversa"


EUA

Trump e o FBI: "Uma demissão controversa"

A decisão de Donald Trump de demitir o diretor do FBI volta a levantar suspeitas sobre a atuação do novo presidente na investigação à interferência russa nas presidenciais de Novembro nos Estados Unidos. O vice-presidente, Mike Pence, reagiu à polémica considerando ter sido, “a decisão certa no momento certo”.

Segundo o correspondente da euronews em Washington:

“É uma decisão controversa. Trump julga ter poder suficiente para despedir Comey, mas a dúvida é se esta decisão vai ajudá-lo na investigação sobre a Rússia. Esta demissão parece ser demasiado precipitada e Trump está enganado se pensava conseguir evitar uma riposta por parte dos democratas. Trump está a politizar o aparelho dos serviços de segurança, pois este está a investigar Trump e esta é a grande questão”.

A reação, ao nível partidário parece, no entanto, longe de abalar os apoiantes de Trump:

“Uma sondagem recente mostra que 96% dos apoiantes de Trump estariam prontos a votar de novo no republicano se houvesse uma nova eleição amanhã. Os apoiantes de Trump nunca vacilaram. Eles votaram no candidato, antes de mais, por causa do seu estilo e da promessa de que iria abanar as coisas em Washington e não se preocupam com a sua política”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Venezuela

Venezuela: Caos continua nas ruas da Venezuela