Última hora

Em leitura:

Incêndios em Portugal: 64 mortos e mais de 130 feridos


Portugal

Incêndios em Portugal: 64 mortos e mais de 130 feridos

Siga aqui as últimas atualizações do mapa de incêndios em Portugal e do balanço de vítimas (mortos e feridos) da presente vaga de fogos no país. O caso mais grave é o de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria.

O que sabíamos às 17:00, hora de Lisboa:

  • 198 incêndios ativos: 141 sem controlo, 15 em resolução e 42 em fase de conclusão (fonte: Proteção Civil);

  • Incêndio de Pedrógão Grande iniciou-se às 13:43 horas de sábado, afetou também os concelhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, e está a lavrar já nos distritos de Castelo Branco (via Sertã) e Coimbra (via Pampilhosa da Serra);

  • Balanço de vítimas mortais atualizado pela ministra da Administração Interna, Constança Urbano Sousa, esta segunda-feira: 64 mortos;
  • O número de feridos foi revisto na tarde desta segunda-feira pelo presidente do INEM: 135 feridos, dos quais sete em estado grave e a grande maioria são ligeiros, apenas necessitando de assistência no local;

  • Entre o novo balanço de feridos incluem-se 13 bombeiros e um militar da GNR;

  • Governo decretou e Presidente da República promulgou: três dias de luto nacional;

  • Está por calcular o número de casas e viaturas destruídas, e o número de pessoas deslocadas;

  • Por volta das 10:00:
    - a autoestrada A13 (Coimbra) tinha o trânsito suspenso entre os quilómetros 171 e 183 e a A25 (Viseu) entre os quilómetros 118 e 105;
    - a Estrada Nacional (EN) 236 (Leiria) estava interdita (alternativa é o IC3), a EN238 estava cortada (alternativa EN348), tal como a EN347, próximo de Figueiró dos Vinhos e sem alternativa;

  • Meios envolvidos no combate às chamas: 2991 operacionais, 937 veículos terrestres e 22 meios aéreos;

  • Espanha e França enviaram cinco meios aéreos para ajudar no combate às chamas, mas encontraram dificuldades na fraca visibilidade;

  • Distrito de Leiria é o que concentra mais meios de combate às chamas: 1276 operacionais, 402 veículos terrestres e 11 meios aéreos;

  • Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de sousa, voltou ao início da tarde ao posto de comando da Proteção civil, em Avelar, distrito de Leiria;

  • Os concertos do Festival de Música em Leiria, previstos para 23, 24 e 25 de junho em Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pera e Pedrógão Grande, foram cancelados, anunciou a organização;

  • Porta-voz do IPMA avisa: previsões meteorológicas paras os distritos de Leiria, Santarém e Coimbra apontam para a manutenção de temperaturas elevadas, a rondar os 38 graus celsius — estas zonas mantém-se sob “aviso laranja”;

  • Concelhos em risco máximo de incêndio:
    - Figueira Castelo Rodrigo, Vila Nova de Foz Coa, no distrito da Guarda;
    - Carrazeda de Ansiães, Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro, Vimioso, Macedo de Cavaleiros, Bragança, Vinhais e Alfândega da Fé, em Bragança;
    - Alijó, Murça, Valpaços e Chaves, em Vila Real;
    - Figueiró dos Vinhos e Alvaiázere, em Leiria;
    - Sertã, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova e Oleiros, em Castelo Branco;
    - Marvão, Nisa, Gavião , em Portalegre;
    - Mação e Ferreira do Zêzere, em Santarém;
    - Odemira, em Beja;
    - Aljezur, Monchique, Silves, Loulé, Tavira, Alcoutim, Castro Marim, São Brás de Alportel, em Faro.




França

França: Atacante morto durante "tentativa de atentado" em Paris