This content is not available in your region

Conselho Superior do Desporto poderá suspender Villar do cargo

Access to the comments Comentários
De  Antonio Oliveira E Silva
Conselho Superior do Desporto poderá suspender Villar do cargo

<p><strong>Com agências</strong></p> <p>Quase <strong>30 anos</strong> à frente da <a href="http://www.rfef.es/">Federação Espanhola de Futebol</a> (<span class="caps">RFEF</span>) poderão em breve chegar ao fim para <strong>Ángel Maria Villar</strong>. </p> <p>O <a href="http://www.csd.gob.es/">Conselho Superior do Desporto</a> (<span class="caps">CSD</span>) espanhol poderá tomar medidas que resultarão na <strong>suspensão do mandato</strong> do presidente e na posterior <strong>interdição</strong> de ocupar o cargo.</p> <p>Em entrevista à televisão pública espanhola, <a href="http://www.rtve.es/"><span class="caps">TVE</span></a>, o ministro da Educação, Cultura e Desporto <a href="http://www.rtve.es/alacarta/videos/programa/total-dastis-villar/4120718/">Íñigo Méndez de Vigo</a> disse que <strong>“ninguém estava acima da lei”</strong>:<br /> <br /> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="es" dir="ltr">Perfil | Ángel María Villar, casi tres décadas al frente del fútbol español sin apenas oposición <a href="https://t.co/QtpJ11mfdd">https://t.co/QtpJ11mfdd</a> <a href="https://t.co/OKmlrlJ19h">pic.twitter.com/OKmlrlJ19h</a></p>— 24h (@24h_tve) <a href="https://twitter.com/24h_tve/status/887243048626900992">18 de julho de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script><br /> <br /> “Aqui não há ninguém intocável. Todos temos de obedecer à lei, todos nós. Antes falámos da Catalunha e dissemos que todos devem obedecer à lei. Todos estamos submetidos à lei. Portanto, obedecemos ao que digam juízes e tribunais”, disse o ministro.<br /> <br /> <strong>Operação Soule</strong><br /> <br /> O presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, (<span class="caps">RFEF</span>) e um dos presidentes da <a href="http://www.fifa.com/"><span class="caps">FIFA</span></a>, Ángel Maria Villar, foi detido na <strong>terça-feira</strong>.</p> <p>A detenção de Villar, de <strong>67 anos</strong>, é parte de uma operação anti-corrupção levada a cabo pelas autoridades espanholas.</p> <p>Segundo as forças especiais da Guardia Civil, a operação é denominada <strong>Soule</strong>, numa referência a um jogo de origem francesa.</p> <p>A operação <strong>Soule</strong> incluiu a requisição de documentos em escritórios e na <strong>residência privada</strong> do presidente da <span class="caps">FEF</span>, na localidade de <strong>Las Rozas</strong>, em Madrid.<br /> <br /> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="es" dir="ltr">Méndez de Vigo, tras la detención de Villar: “Las leyes son iguales para todos” ▶️<a href="https://t.co/zcAzibU6DG">https://t.co/zcAzibU6DG</a></p>— 24h (@24h_tve) <a href="https://twitter.com/24h_tve/status/887233958353788928">18 de julho de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script><br /> <br /> Um dos filhos de Ángel Maria Villar, <strong>Gorka Villar</strong>, o vice-presidente da <span class="caps">RFEF</span>, Juan Padrón e o secretário da Federação, Ramón Hernández Bassou, foram também detidos.</p> <p>Entretanto, o sorteio da <strong>Liga Espanhola</strong> foi atrasado, depois das detenções, segundo decisão anunciada em comunicado oficial, tal como o foram várias reuniões da administração. <br /> <br /> <strong>Suspeitas de corrupção, falisificação de documentos e ocultação de bens</strong><br /> <br /> Segundo a Justiça espanhola, os detidos são suspeitos de <strong>administração desleal, apropriação indevida, corrupção entre particulares, falsificação de documentos</strong> e <strong>ocultação de bens</strong>, assim como de <strong>crimes relativos</strong> à organização de partidas internacionais.</p> <p>Em causa estão alegados <strong>benefícios</strong> concedidos a empresas do filho de <strong>Ángel Villar</strong>, relacionados com jogos internacionais disputados pela seleção espanhola de futebol.</p> <p><strong>Gorka Villar</strong>, advogado de profissão, trabalhou recentemente na <a href="http://www.conmebol.com/pt-br">Confederação de Futebol da América do Sul</a> (<span class="caps">CONMEBOL</span>) como diretor jurídico e como adjunto de três presidentes que viriam a estar implicados na investigação levada a cabo pela Justiça dos Estados Unidos que terminou com a queda de Josep Blatter.<br /> <br /> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="es" dir="ltr">Resumen de la prensa nacional de este miércoles <a href="https://t.co/yaE2IFL9SN">https://t.co/yaE2IFL9SN</a> <a href="https://t.co/92CDKkQ7A6">pic.twitter.com/92CDKkQ7A6</a></p>— <span class="caps">EFE</span> <span class="caps">EMPRESAS</span> (@EFEempresas) <a href="https://twitter.com/EFEempresas/status/887570278984888320">19 de julho de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script><br /> <br /> Ángel María Villar foi reeleito como presidente da <span class="caps">RFEF</span> em <strong>maio passado</strong> para mais um período de quatro anos.</p> <p>No ano passado, foi multado em mais de <strong>24 mil euros</strong> pelo <strong>Comité de Ética da <span class="caps">FIFA</span></strong> por não ter cooperado com uma investigação relativa ao processo de seleção para as sedes dos Campeonatos do Mundo em 2018 e 2022, processo que esteve na origem de uma das maiores crises internas do órgão.<br /> <br /> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="es" dir="ltr">Op. “Soule”<a href="https://twitter.com/hashtag/UCO?src=hash">#UCO</a> Guardia Civil detiene al Presidente de la <a href="https://twitter.com/rfef"><code>rfef</a> por presuntas irregularidades en su gestión<a href="https://t.co/jZchVTqRGq">https://t.co/jZchVTqRGq</a> <a href="https://t.co/FlRO7VlCYU">pic.twitter.com/FlRO7VlCYU</a></p>— Guardia Civil (</code>guardiacivil) <a href="https://twitter.com/guardiacivil/status/887303451780161538">18 de julho de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p>