Última hora

Éder Martins bisa no triunfo do Inter de Milão sobre o Bayern

Campeões da Europa por Portugal, o ex-sportinguista João Mário foi titular nos italianos e o ex-benfiquista Renato Sanches entrou ao intervalo nos alemães.

Em leitura:

Éder Martins bisa no triunfo do Inter de Milão sobre o Bayern

Tamanho do texto Aa Aa

João Mário e Renato Sanches reencontraram-se esta quinta-feira, em Singapura, como rivais, na “International Champions Cup”, num jogo em que a estrela foi Éder Martins, um brasileiro naturalizado e já internacional italiano. O ex-sportinguista foi titular no Inter de Milão, onde nesta nova época assume a camisola “10”, enquanto o ex-benfiquista entrou ao intervalo no Bayern Munique.

Os “nerazzurri”, agora orientados pelo italiano Luciano Spaletti, abriram o marcador logo aos oito minutos: Éder Martins correspondeu da melhor forma a um cruzamento da direita de Antonio Candreva.

À meia hora, aproveitando outro excelente cruzamento, este da esquerda e pelo croata Ivan Pericsic, Éder Martins bisou.


Pouco depois de sofrer o 2-0, o Bayern de Munique ficou privado de Franck Ribery. Após entrada mais ríspida do eslovaco Milan Skriniar, o francês sofreu um golpe na canela, teve de ser substituído e inclusive suturado.

O treinador dos bávaros, o italiano Carlo Ancelotti, já confirmou uma paragem de apenas “três ou quatro dias” para o camisola “7” dos penta-campeões alemães.


Renato Sanches, que pode estar de saída do Bayern, entrou ao intervalo e, aos 70 minutos, obrigou o guarda-redes do Inter, o esloveno Samir Handanovic, a boa defesa para canto. O médio português já tinha estado em bom plano na vitória diante do Chelsea e agora confirmou estar a melhorar o rendimento.

Renato Sanches terá sobre a mesa uma possível transferência para o AC Milan. O jornal francês L’Equipe já noticiou um eventual acordo de 40 milhões entre o clube italiano e o bávaro, mas o presidente executivo do Bayern, Karl Heinz Rummenigge, já veio a público garantir que apenas admite uma eventual saída do português por empréstimo de um ano.

“Tive uma longa conversa com o Renato e esta é uma história com final em aberto. Ele não quer obrigatoriamente sair, quer apenas jogar. Todos queremos isso. Se nos decidirmos pela sua saída, será apenas num empréstimo de um ano porque estamos convencidos de que o Renato poderá tornar-se um jogador útil ao Bayern”, disse Rummenigge em Singapura.

Quanto a João Mário, no Inter de Milão, o médio português parece estar de pedra e cal nos planos do clube. Após uma temporada discreta dos “nerazzurri”, em que foi um dos destaques da equipa e apenas teve um certo ocaso nas derradeiras semanas, o português aparece agora como o eventual “armador” de jogo do ataque da equipa.

“O João é muito bom no drible e no jogo vertical”, destacou Spaletti após o triunfo, por 2-0, sobre o Bayern de Munique.


/p>