Última hora

Autoridades belgas abrem inquérito por "tentativa de homicídio em contexto terrorista"

O atacante, de cerca de 30 anos, acabou por sucumbir aos ferimentos no hospital.

Em leitura:

Autoridades belgas abrem inquérito por "tentativa de homicídio em contexto terrorista"

Tamanho do texto Aa Aa

A agressão com uma faca perpetrada hoje no centro de Bruxelas contra dois militares é considerada um “ataque terrorista” pela Procuradoria Federal belga.

“Pensamos que se trata de um ataque terrorista”, indicou uma porta-voz, acrescentando que o atacante morreu, na sequência da resposta dos soldados com as suas armas de fogo.

O homem “gritou duas vezes Allah Akbar (Deus é grande, em árabe) ao atacar os militares, precisou a mesma fonte.

Apenas um dos dois militares ficou ferido no ataque.

A Procuradoria Federalabriu um inquérito por “tentativa de homicídio num contexto terrorista”.

O indivíduo, que teria cerca de 30 anos, foi transportado para o hospital e acabou por sucumbir aos ferimentos.

“Todo o nosso apoio para os nossos militares”, ‘tweetou’ o primeiro-ministro belga, Charles Michel, acrescentando: “Os nossos serviços de segurança mantêm-se atentos. Acompanhamos a situação de perto” com o Centro de Crise.

A polícia foi destacada em massa, interditando o acesso a uma vasta zona.