This content is not available in your region

Começa julgamento de refugiado alemão acusado da morte de estudante

Access to the comments Comentários
De  Antonio Oliveira E Silva
Começa julgamento de refugiado alemão acusado da morte de estudante

<p>Um refugiado afegão, acusado pelo homicídio de uma estudante alemã, confessou em tribunal ter mentido acerca da sua idade para ser considerado como menor.</p> <p>O julgamento tem lugar na cidade de Friburgo, estado de Baden-Württemberg (sudoeste).</p> <p>O caso tem causado um intenso debate na Alemanha sobre o acolhimento dado aos refugiados e sobre o papel no país na crise que tem afetado o Médio Oriente e o continente europeu.<br /> <br /> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Afghan refugee goes on trial for rape, murder of German student; three years after pushing woman off cliff in Corfu <a href="https://t.co/cpUxuQG2s8">https://t.co/cpUxuQG2s8</a> <a href="https://t.co/bIXtsWvGG3">pic.twitter.com/bIXtsWvGG3</a></p>— <span class="caps">AFP</span> news agency (@AFP) <a href="https://twitter.com/AFP/status/905022588287688704">5 de setembro de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script><br /> <br /> Segundo a agência noticiosa alemã <span class="caps">DPA</span>, o jovem tinha sido condenado por tentativa de homicídio na ilha de Corfú, na Grécia, em 2013, tendo, no entando, conseguido levar a cabo o pedido de asilo para a Alemanha. </p> <p>Segundo as autoridades alemãs, este abandonou território grego, depois de colocado em liberdade condicional, pelo que tinha sido impossível identificá-lo. Atenas nunca emitiu um mandado de busca e captura.<br /> <br /> <strong>Insistia em ser menor de idade</strong><br /> <br /> O primeiro dia serviu para o tribunal identificar o jovem, certificar-se de que era de nacionalidade afegã e que era maior de idade quando fez o pedido de asilo na Alemanha, em novembro de 2015.</p> <p>Até agora, o jovem afegão tinha assegurado que era menor de idade e que tinha 16 anos quando deu início ao processo. No entanto, a Justiça alemã diz que o jovem terá agora, pelo menos 22 anos.</p> <p>O corpo da jovem de 19 anos assassinada foi encontrado na margem de um rio em Friburgo, em outubro do ano passado. Segundo a polícia, o acusado deixou-a inconsciente, pelo que esta acabou por afogar-se.</p> <p>O jovem afegão foi detido cerca de sete semanas depois, graças ao <span class="caps">ADN</span>, encontrado no local do crime.<br /> <br /> <strong>Acusações contra Governo Federal e <em>chanceler</em> Merkel</strong><br /> <br /> O caso rapidamente assumiu contornos políticos, tendo a direita nacionalista aproveitado para denunciar o que definiu como a culpabilidade da <em>chanceler</em> alemã, Anela Merkel, por ter aberto a porta a um milhão de refugiados.</p> <p><strong>Com <span class="caps">DPA</span> e <span class="caps">AFP</span></strong></p>