This content is not available in your region

México em luta contra o tempo para encontrar sobreviventes

Access to the comments Comentários
De  Euronews
México em luta contra o tempo para encontrar sobreviventes

<p>A cada hora que passa, agrava-se o balanço provisório do violento sismo que abalou o centro do México esta terça-feira. As equipas de resgate esforçam-se por encontrar sinais de vida no meio dos escombros, mas é o número de vítimas o que mais depressa aumenta. Os últimos dados avançados pela Proteção Civil dão já conta de mais de 200 mortos.</p> <p>As atenções centram-se na capital, onde vivem cerca de 20 milhões de pessoas. Mas grande parte das vítimas encontrava-se no estado de Morelos.</p> <p>O sismo desta terça-feira teve epicentro na fronteira dos estados de Puebla e Morelos, 120 km a sudeste da Cidade do México. </p> <p>O abalo, com magnitude 7.1 na escala de Richter sacudiu o país exatamente 32 anos depois do grande terramoto que matou mais de 20 mil pessoas, em 1985. </p> <p>Dezenas de edifícios colapsaram, só na Cidade do México. Há milhares de pessoas sem energia.</p> <p>A informação relativamente ao número de vítimas foi avançada nas primeiras horas da madrugada de quarta-feira. As autoridades temem, no entanto, que este venha aumentar. <br /> <br /> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="es" dir="ltr">Permanecen atrapadas personas en colegio Rebsamen. <a href="https://t.co/KbAMitjyKe">https://t.co/KbAMitjyKe</a> <a href="https://t.co/cjRfS9mqIn">pic.twitter.com/cjRfS9mqIn</a></p>— Notimex (@Notimex) <a href="https://twitter.com/Notimex/status/910337725420539904">20 de setembro de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script><br /> <br /> O epicentro teve lugar a 120 quilómetros da capital, no estado de Morelos, e a 57 quilómetros de profundidade. O presidente da República, Enrique Peña Nieto, ativou um plano de emergência.</p> <p>As escolas foram fechadas nas regiões afetadas e o Aeroporto Internacional Benito Juarez suspendeu os voos.</p> <p><a data-flickr-embed="true" data-footer="true" href="https://www.flickr.com/photos/euronews/albums/72157686917304753" title="Mexico - Earthquake 20-09"><img src="https://farm5.staticflickr.com/4378/36500593304_f6222a0249_z.jpg" width="640" height="480" alt="Mexico - Earthquake 20-09"></a><script async src="//embedr.flickr.com/assets/client-code.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Há duas semanas, um sismo com magnitude 8.2, o mais violento em quase um século, matou quase 100 pessoas.</p>