Última hora

Última hora

Austríacos escolhem novo governo

Em leitura:

Austríacos escolhem novo governo

Austríacos escolhem novo governo
Tamanho do texto Aa Aa

Os austríacos deslocam-se este domingo às urnas para elegerem um novo governo.

Tudo sugere que a coligação entre os sociais-democratas do chanceler Christian Kern (SPO) e os conservadores (OVP) tem os dias contados.

As sondagens sugerem uma inflexão à direita que poderá levar a uma coligação entre os conservadores e os ultranacionalistas (FPO).

Mesmo assim, há quem ainda defenda uma solução de continuidade.

Apesar da atual coligação centrista ter os dias contados, há quem defenda uma solução de continuidade.

“Em primeiro lugar, gosto de Christian Kern porque ele não agita como os outros candidatos, ele não divide a sociedade e apoia a solidariedade. Os outros só pensam naqueles com grandes salários e nas grandes empresas e não querem saber das pessoas normais”, afirma Franz Koskarti, residente na capital, Viena.

A imigração foi um dos temas que mais tinta fez correr durante a campanha eleitoral e serviu de terreno fértil para os ultranacionalistas ganharem pontos. No entanto, o novo líder dos conservadores, Sebastian Kurz, renovou o partido e lidera agora as sondagens.

“Sim, acho que é bom estabelecer fronteiras, É claro que apoio a migração e as pessoas que vêm para cá mas isto tem que parar a dada altura. Acho que Kurz tem a atitude certa porque ele quer regular esta crise sem admitir mais pessoas”, adianta Janine Leithner, uma estudante de Viena.

O novo líder dos conservadores, Sebastien Kurz, de 31 anos de idade, ocupa atualmente o cargo de ministro dos negócios estrangeiros e não esconde a possibilidade de entrar em coligação com a direita nacionalista.