Última hora

Última hora

Os tapetes mágicos do Azerbaijão

Em leitura:

Os tapetes mágicos do Azerbaijão

Os tapetes mágicos do Azerbaijão
Tamanho do texto Aa Aa

A tradição encontra a inovação no 5º Simpósio Internacional de Tapetes do Azerbaijão que acontece na capital do país, Baku. Recebeu especialistas e académicos de todo o mundo para palestras, apresentações e exposições especiais.

“Neste simpósio terá lugar a abertura de uma exposição especial, com peças do museu Victoria & Albert e do Museu de Berlim, bem como de coleções particulares exibidas, pela primeira vez, aqui no Azerbaijão”, explica o Ministro da Cultura do Azerbaijão, Abulfaz Karaev.

No simpósio deste ano, o Museu do Tapete do Azerbaijão abriu as salas escondidas para mostrar peças de exceção da tapeçaria do Azerbaijão.

“A nossa tradição é a arte do tapete do Azerbaijão. Reflete toda a nossa história, a nossa herança. A principal razão pela qual os tapetes do Azerbaijão são tão populares é a diversidade de composições, as cores vivas e as diferentes técnicas de tecelagem”, explica a diretora do museu Shirin Melikova.

Uma equipa composta por cinco países desenvolveu o projeto Tesouros da Seda: uma exposição e um novo livro dedicado aos bordados do Azerbaijão.

“Estas peças têxteis que se podem ver aqui pertencem ao final do século XVI e início do século XVII. Possuem elementos pictóricos que podem ser relacionados aos têxteis da dinastia Safavid do século XVI”, conclui o co-curador da exibição, Alberto Boralevi.

Todos estes tesouros da tapeçaria do Azerbaijão vão permanecer em em exibição durante os próximos três meses.

Mais sobre Cult