Última hora

Última hora

Deputado pede namorado em casamento no parlamento australiano

Em leitura:

Deputado pede namorado em casamento no parlamento australiano

Deputado pede namorado em casamento no parlamento australiano
Tamanho do texto Aa Aa

O pedido não é habitual, pelo menos dentro de um parlamento.

Tim Wilson, deputado do Partido Liberal da Austrália, pediu em casamento o companheiro, Ryan Bolge, o qual estava sentado na galeria. O pedido surgiu em pleno debate sobre o casamento homossexual, numa altura em que a Austrália se prepara para legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

"No meu primeiro discurso, defini o nosso vínculo pelo anel que fica nas nossas duas mãos esquerdas. (...) Estes anéis são a resposta para a pergunta que não podemos fazer", disse o deputado. "Então, só falta fazer uma coisa. Ryan Patrick Bolger, queres casar comigo?", perguntou Tim Wilson, num discurso emocionado. 

Não tardou a ouvir-se "Sim" e todo o parlamento aplaudiu o momento. 

Em onda de mudança e a preparar-se para fazer hist´´oria, a Austrália está a um passo de legalizar o casamento homossexual, após votar "Sim" no referendo do mês passado.

O primeiro ministro australiano, Malcom Turnbull, disse no parlamento que foi o primeiro líder no país "a apoiar de forma consistente a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo" e que o casamento não é nada mais do que um compromisso de amor: "Vamos ser honestos uns com os outros, a ameaça que surge no casamento tradicional não é o casamento homossexual, mas sim a falta de amor, que pode ser encontrado na negligência, no adultério, na crueldade ou na indiferença." Malcom Trunbull, disse ainda que a "(...) co-dependência é uma coisa positiva e as pessoas homossexuais estão melhores juntas do que sozinhas e isoladas.".

A decisão final pertence agora à Câmara dos Representantes, após uma maioria dos senadores ter aprovado a nova lei.