Última hora

Última hora

Keiko Fujimori refuta acusações da justiça peruana

Em leitura:

Keiko Fujimori refuta acusações da justiça peruana

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia peruana realizou buscas, na noite de quinta-feira, à sede do partido Força Popular. A formação está a ser investigada no âmbito do processo Lava Jato. As autoridades falam da existência de dupla contabilidade para esconder subornos por parte da construtora brasileira Odebrecht. Keiko Fujimori, a líder do partido, nega as acusações:

"Reafirmo o que tenho vindo a dizer, e o que disse na comissão Lava Jato, a Força Popular, e eu, nunca recebemos dinheiro nem da Odebrecht nem dos seus consórcios. Não temos medo, estamos aqui e aqui vamos ficar e vamos continuar a lutar contra a corrupção", afirmou Fujimori.

A Procuradoria-geral da República peruana fez buscas a dois locais diferentes, procurava provas de lavagem de dinheiro, através de subornos feitos pelo grupo brasileiro, um dos que está no centro da operação Lava Jato. Quatro pessoas foram já detidas.

No exterior dos dois edifícios várias pessoas manifestavam-se contra estas ações a favor do partido de Fujimori.