Última hora

Última hora

Número de sem-abrigo aumenta no Rio de Janeiro

Em leitura:

Número de sem-abrigo aumenta no Rio de Janeiro

Número de sem-abrigo aumenta no Rio de Janeiro
Tamanho do texto Aa Aa

São cerca de 15 mil os sem-abrigo que moram nas ruas do Rio de Janeiro. Muitos vieram de outros estados. Chegaram em 2014 para trabalhar no Mundial de Futebol e em 2016 para os Jogos Olímpicos. Depois das competições encontraram-se na rua no meio da pior recessão do Brasil em décadas, num país onde a clivagem, entre ricos e pobres, era já grande:

"A falta de oportunidade para emprego, a precariedade que nós temos aqui é muito grande, tudo vai aumentando gradativamente, tudo. A violência, por sinal, está no topo do topo das dificuldades de nós que somos moradores de rua", explica um morador de rua.

O aumento do número de sem-abrigo nas ruas do Rio de Janeiro criou "desconforto" aos moradores e empresas da cidade. Há quem apele à intervenção da polícia e aconteceram já situações de violência. Como a que vitimou Fernanda Rodrigues dos Santos, de 40 anos, mortalmente baleada no peito enquanto dormia numa rua de Copacabana, em outubro. Um estudante de medicina de 24 anos confessou o crime.