Última hora

Última hora

Extrema-direita austríaca no governo

Em leitura:

Extrema-direita austríaca no governo

Tamanho do texto Aa Aa

Dois meses após as eleições para o parlamento, o líder do partido conservador da Áustria (ÖVP), Sebastian Kurz, anunciou na sexta-feira um acordo de coligação com o partido anti-imigração, o Partido da Liberdade (FPÖ).

"O programa que acordámos é a base para o nosso trabalho comum nos próximos cinco anos, é a base para a mudança de uma política que economiza dinheiro no sistema, mas não para as pessoas. Queremos, principalmente, fazer mais pela segurança no país, combatendo a migração ilegal", disse Sebastian Kurz.

"A questão comum, que nos acompanhou durante as conversações, é a responsabilidade por esta bela pátria maravilhosa, a Áustria, e as pessoas deste país, que devemos servir", disse o líder do Partido da Liberdade, Heinz-Christian Strache.

Kurz garantiu que o governo será pró-Europeu e que não será convocado nenhum referendo sobre a saída da Áustria da União Europeia.

O partido conservador da Áustria venceu as eleições de 15 de Outubro depois de atacar a imigração. A última vez que o Partido da Liberdade esteve no Governo foi em 2000.