Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Extrema-direita austríaca no governo

Extrema-direita austríaca no governo
Tamanho do texto Aa Aa

Dois meses após as eleições para o parlamento, o líder do partido conservador da Áustria (ÖVP), Sebastian Kurz, anunciou na sexta-feira um acordo de coligação com o partido anti-imigração, o Partido da Liberdade (FPÖ).

"O programa que acordámos é a base para o nosso trabalho comum nos próximos cinco anos, é a base para a mudança de uma política que economiza dinheiro no sistema, mas não para as pessoas. Queremos, principalmente, fazer mais pela segurança no país, combatendo a migração ilegal", disse Sebastian Kurz.

"A questão comum, que nos acompanhou durante as conversações, é a responsabilidade por esta bela pátria maravilhosa, a Áustria, e as pessoas deste país, que devemos servir", disse o líder do Partido da Liberdade, Heinz-Christian Strache.

Kurz garantiu que o governo será pró-Europeu e que não será convocado nenhum referendo sobre a saída da Áustria da União Europeia.

O partido conservador da Áustria venceu as eleições de 15 de Outubro depois de atacar a imigração. A última vez que o Partido da Liberdade esteve no Governo foi em 2000.