Última hora

Última hora

Daesh reivindica ataque em igreja do Paquistão

Em leitura:

Daesh reivindica ataque em igreja do Paquistão

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo Estado Islâmico reivindicou, através de uma fação local, o ataque a uma igreja cristã no Paquistão, que fez pelo menos dez mortos, este domingo de manhã. Um grupo de quatro homens armados entrou numa igreja metodista em Queta, no sudoeste do país e abriu fogo sobre os polícias que guardavam o local e os crentes, durante a missa. Um deles fez-se explodir e morreu. Outro foi morto no tiroteio com a polícia. Dois outros conseguiram fugir, de acordo com um sacerdote. 

"A missa estava a decorrer. Estávamos a meio das orações quando começou o tiroteio. Ouvimos também uma explosão. Morreram algumas pessoas e há outras feridas", conta uma testemunha ocular.

Além dos nove mortos confirmados, incluindo os dois atacantes, o ataque fez pelo menos 30 feridos. Uma fonte do hospital local disse à agência EFE que entre eles se encontram várias mulheres e crianças. Uma testemunha, citada pela mesma agência, diz que a resposta policial foi imediata e evitou que o balanço fosse mais trágico. A polícia está agora à procura dos dois terroristas que escaparam.

Os cristãos são apenas quatro milhões, num país com 200 milhões de habitantes (na maioria muçulmanos sunitas) e vivem sob permanente ameaça dos jihadistas.