Última hora

Última hora

Catherine Deneuve clarifica manifesto anti-movimento #MeToo

Em leitura:

Catherine Deneuve clarifica manifesto anti-movimento #MeToo

Tamanho do texto Aa Aa

Catherine Deneuve diz-se uma amante da liberdade e a esse propósito sublinhou que mantém o apoio a uma carta aberta que coassinou juntamente com 99 personalidades sobre a conduta sexual dos homens.

Em simultâneo, a diva francesa pediu desculpa às vítimas de agressões sexuais.

Num texto publicado este domingo no site do jornal "Libération" a atriz fez questão de clarificar mal-entendidos. Disse que nada na carta aberta assinada na semana passada no "Le Monde" contra o puritanismo da campanha "Me too" afirma que "o assédio é bom." De outra forma, acrescentou a atriz, não a teria subscrito.

No manifesto diz-se que o direito do homem de incomodar "uma mulher" é parte essencial da liberdade sexual.