Catherine Deneuve clarifica manifesto anti-movimento #MeToo

Catherine Deneuve clarifica manifesto anti-movimento #MeToo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Atriz reafirmou opinião polémica sobre a conduta sexual dos homens mas pediu ao mesmo tempo desculpa às vítimas de agressões sexuais

PUBLICIDADE

Catherine Deneuve diz-se uma amante da liberdade e a esse propósito sublinhou que mantém o apoio a uma carta aberta que coassinou juntamente com 99 personalidades sobre a conduta sexual dos homens.

Em simultâneo, a diva francesa pediu desculpa às vítimas de agressões sexuais.

Num texto publicado este domingo no site do jornal "Libération" a atriz fez questão de clarificar mal-entendidos. Disse que nada na carta aberta assinada na semana passada no "Le Monde" contra o puritanismo da campanha "Me too" afirma que "o assédio é bom." De outra forma, acrescentou a atriz, não a teria subscrito.

No manifesto diz-se que o direito do homem de incomodar "uma mulher" é parte essencial da liberdade sexual.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"A Mulher" traz Glenn Close aos cinemas

Macron anuncia apoio de três mil milhões de euros à Ucrânia durante visita de Zelenskyy a Paris

Volodymyr Zelenskyy assina acordos de segurança com a Alemanha e a França