Última hora

Última hora

'Chefs' destacam o legado de Paul Bocuse na gastronomia

Em leitura:

'Chefs' destacam o legado de Paul Bocuse na gastronomia

Tamanho do texto Aa Aa

Vieram de todo o mundo, vestidos com as suas fardas brancas de 'chef' para a derradeira homenagem ao mentor de várias gerações da gastronomia, Paul Bocuse. O cozinheiro francês faleceu no passado sábado, aos 91 anos de idade, e as cerimónias fúnebres decorreram esta sexta-feira, em Lyon.

Muitos trabalharam lado a lado, outros simplesmente cruzaram caminhos por pouco tempo, mas todos os 'chefs' assumem a marca profunda do 'Papa da Gastronomia'. Em declarações à Euronews, vários 'chefs' saúdam o contributo de Bocuse para a gastronomia e o que passou às novas gerações.

"Ele era um cavalheiro muito gentil. Tratava-nos um pouco como seus filhos, nós, do concurso "Melhores trabalhadores de França", somos um pouco como seus filhos, e é por isso que temos de estar aqui hoje", afirmou Claude Legras, chef do restaurante 'Asnières'.

Já Mathieu Vianney, chef do 'Mère Brazier' assinalou que Paul Bocuse "é, provavelmente, a pessoa que mais desenvolveu a profissão e que levou os cozinheiros além da cozinha".

Por fim, Pierre Orsi, 'chef' do restaurante que carrega o seu próprio nome, realça o "exemplo" de Bocuse: "Ele fez tudo, ele viveu tudo. Vai permanecer um exemplo para todos nós, cozinheiros. Obrigado, senhor Paul."

Além dos muitos chefs famosos, também centenas de anónimos enfrentaram a chuva esta sexta-feira em Lyon para se despedirem do ilustre cozinheiro francês.