Última hora

Última hora

Líder do grupo "17 de Novembro" 48 horas em liberdade

Em leitura:

Líder do grupo "17 de Novembro" 48 horas em liberdade

Tamanho do texto Aa Aa

Dimitris Koufontinas, um dos líderes da organização terrorista grega "17 de novembro", que foi condenado a prisão perpétua, vai passar mais 2 dias em liberdade. 

Esta é a segunda saída nos últimos três meses. A primeira, também de 48 horas, aconteceu em novembro.

Koufontinas é culpado da morte de 11 pessoas, incluindo membros das embaixadas na Grécia do Reino Unido e dos Estados Unidos. Os dois países juntam-se às famílias das vítimas contra estas saídas da prisão.

Heather Nauert, porta-voz do Departamento do Estado norte-americano, mostra preocupação sobre esta decisão do governo de Atenas.

“Libertaram-no por dois dias e fizeram o mesmo há três meses. Para nós, os terroristas condenados não têm direito a férias. A nossa embaixada em Atenas transmitiu a nossa preocupação sobre a decisão do governo grego".

O grupo de extrema-esquerda "17 de Novembro" foi responsável por 23 assassinatos e cerca de 50 atentados com recurso a bombas ou mísseis.

O grupo foi desmantelado em 2002.