Última hora

Última hora

Jovem confessa massacre

Em leitura:

Jovem confessa massacre

Tamanho do texto Aa Aa

O jovem de 19 anos detido pelas autoridades norte-americanas na sequência de um tiroteio numa escola da Florida já confessou o crime que custou a vida a dezassete pessoas.

Point of view

"O comentário dizia simplesmente, eu vou ser um atirador de escola profissional"

Robert Lasky Agente especial do FBI

Cruz admitiu ter sido ele o autor do massacre da passada quarta-feira. O jovem ter-se-ia deslocado num veículo Uber até à escola. O jovem levava consigo uma mochila e um saco de desporto onde transportava a arma e munições.

Depois do massacre, o jovem ter-se-ia desfeito da arma, uma semiautomática AR-15, dirigindo-se para um supermercado e, depois, para um restaurante da cadeia McDonald's.

A polícia acabaria por deter o jovem cerca de uma hora após o massacre.

As autoridades admitiram que o jovem no passado havia deixado uma ameaça num vídeo colocado na plataforma Youtube. O dono da conta na plataforma, Ben Bennight, havia contactado o FBI falando com um representante durante cerca de 20 minutos.

No vídeo, Cruz expressa a intenção de levar a cabo um massacre na escola.

"O comentário dizia simplesmente, eu vou ser um atirador de escola profissional. O FBI investigou a base de dados mas não conseguiu identificar a pessoa responsável pelos comentários", afirma o agente especial do FBI, Robert Lasky.

A polícia está agora a investigar como é que Cruz conseguiu escapar ao radar das autoridades e cumprir a ameaça.

João Ferreira