Última hora

Última hora

Radiotelevisão austríaca ORF processa vice-chanceler Strache

Em leitura:

Radiotelevisão austríaca ORF processa vice-chanceler Strache

Tamanho do texto Aa Aa

A estação pública de televisão ORF processou o vice-chanceler austríaco Heinz-Christian Strache, líder do Partido da Liberdade (FPÖ), de extrema-direita.

Strache acusou Armin Wolf, um dos principais jornalistas da estação, de mentir. O mesmo apresentador também avançou com um processo e diz que nunca um político o tinha acusado de semelhante coisa.

O caso remonta há duas semanas atrás quando Strache recorreu ao Facebook para dizer que a ORF é "um sítio onde as mentiras se tornam notícia." Confrontado com um coro de críticas, incluindo as do Presidente austríaco Alexander Van der Bellen, disse que usou a palavra "Sátira" na publicação e que por isso não deveria ser levado a sério.

Heinz-Christian Strache é parceiro de coligação do Governo do chanceler conservador Sebastian Kurz.

A radiotelevisão pública é frequentemente alvo de investidas e acusada de cobertura enviesada pelo Partido da Liberdade (FPÖ). A formação de extrema-direita considera-se uma "vítima dos meios de comunicação do sistema."

Strache disse que tenciona assegurar que a ORF reporta de forma mais objetiva além de remover a taxa de licença que a financia.