Última hora

Última hora

Lula da Silva: "Só quero que se faça justiça"

Em leitura:

Lula da Silva: "Só quero que se faça justiça"

© Copyright :
REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Foi a última paragem de Lula da Silva antes do julgamento do Supremo Tribunal Federal.

Condenado a 12 anos por corrupção no Tribunal regional, o ex-presidente brasileiro depende de um habeas corpus para evitar a prisão.

Num evento organizado em honra de Marielle Franco, a ativista assassinada em Março, Lula da Silva voltou a considerar-se inocente e a apelar à justiça.

"Só quero que justiça seja feita. Não quero qualquer benefício.", admitiu o ex-presidente acusado de corrupção pela justiça.

No palco estiveram nomes como Chico Buarque, Manuela D'ávila e Mónica Venício, a viúva de Marielle Franco. Um encontro de luta contra o ódio e contra a ditadura que dizem existir no governo brasileiro.

Estão agendadas para esta terça-feira cerca de 100 manifestações que exigem a prisão de Lula da Silva.

Na quarta-feria fica a saber-se se o ex-presidente ficará ou não em liberdade.