Última hora

Última hora

Tribunal do Cairo quer condenar à morte 75 pessoas

Em leitura:

Tribunal do Cairo quer condenar à morte 75 pessoas

Tribunal do Cairo quer condenar à morte 75 pessoas
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal do Cairo decidiu condenar à morte 75 pessoas. A razão: manifestações ilegais em 2013.

A lei do país diz que as condenações à morte terão de ser previamente avaliadas pela autoridade religiosa mais alta do Egito, o mufti Shawq Allam.

Os casos, a aguardar agora o veredicto final, incluem figuras centrais da Irmandade Muçulmana e líderes islâmicos, que estiveram envolvidos numa violenta manfiestação na capital do país em 2013. Na manifestação, segundo aquilo que Amnistia Internacioanl avançou, morreram mais de 800 pessoas. O governo justificou o massacre com o facto de 43 polícias terem perdido a vida ao tentar dispersar os manifestantes.

Os acusados, que chegam a 700, enfrentam uma série de sentenças incluindo prisão perpétua e pena de morte.

A sentença final dos 75 homens que aguardam saber se serão condenados à morte só será conhecida a 8 de setembro.