This content is not available in your region

Escândalo de subornos provoca nova demissão no governo canadiano

Access to the comments Comentários
De  Luis Guita
Escândalo de subornos provoca nova demissão no governo canadiano

Novo golpe duro para Justin Trudeau com a renúncia, surpreendente, da ministra que assumia a pasta do tesouro.

A crise política que agita o Governo canadiano agravou-se, esta segunda-feira, com a demissão da ministra Jane Philpott.

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, tentou minimizar: "nas democracias, existem pessoas com uma ampla gama de perspetivas e vozes. E precisamos de dar espaço ao maior número possível. Acho que é uma parte muito importante. Então, quero agradecer à Jane. Quero agradecer à Jane pelo seu serviço."

A presidente do Conselho do Tesouro disse que tinha perdido a confiança no Governo pela forma como está a gerir o caso de corrupção com a construtora SNC-Lavalin, suspeita de ter pago cerca de 32 milhões de euros em subornos ao regime do então líder líbio Muammar Khadafi, entre 2001 e 2011.

De recordar que, a 12 de fevereiro, a então ministra dos Veteranos, ex-ministra da Justiça e procuradora-geral, Jody Wilson-Raybould, também deixou o Executivo afirmando que estava sob pressão indevida de oficiais do governo para ajudar a empresa a evitar as acusações de suborno.

Demissões particularmente duras dado que as eleições legislativas estão agendadas para outrubro.