This content is not available in your region

"American Badass": Documentário passa em revista a carreira de Michael Madsen

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
Michael Madsen
Michael Madsen   -   Direitos de autor  Chris Pizzello/2020 Invision   -  

É um duro dos duros: Um dos atores favoritos de Quentin Tarantino, com quem trabalhou em cinco filmes, é protagonista de cenas que entraram no imaginário coletivo dos cinéfilos dos últimos 30 anos.

Michael Madsen, o homem por detrás das personagens é o tema de "American Badass", um documentário de Dominique Milano.

Trailer de "American Badass"

"Quis mergulhar no mundo do Michael. Em primeiro lugar, é um ator que sempre admirei", conta o realizador. "Isto não foi trabalho, foi uma honra. Por isso fazer este documentário deu-me a profundidade que procurava. Tem o sentimento de um filme biográfico, mas é mais do que isso, tem muitos elementos de bastidores, histórias que se passaram com Quentin Tarantino e outras pessoas, por isso é algo muito alargado", explica.

"American Badass" aborda o lado mais luminoso da carreira de Madsen, mas também o mais sombrio, como o alcoolismo. 

A ideia do documentário surgiu quando Milano estava a gravar um "making of" para um filme em que Madsen participava e entrou em contacto com ele: "Havia tantas histórias para contar, que decidi fazer o documentário. Estar com pessoas como ele ou Tarantino é sempre estar a aprender".

Estar com Michael Madsen ou Quentin Tarantino é estar a aprender.
Dominique Milano
Realizador
"Cães Danados" inclui a cena da "dança sádica", a mais icónica da carreira de Madsen.

O filme é fruto de mais de quatro anos de trabalho por parte de Milano e da equipa, um percurso nem sempre fácil. Inclui várias entrevistas com Madsen e a família, assim como depoimentos de nomes como Quentin Tarantino, John Travolta, ou atores entretanto desaparecidos, como Harry Dean Stanton e Robert Forster, o que faz deste um documento único.

O filme foi apresentado em anteestreia mundial no Festival de Cinema Fantástico de Bruxelas.

Nome do jornalista • Ricardo Figueira

Editor de vídeo • Ricardo Figueira