This content is not available in your region

"A pandemia da Covid-19 ainda não acabou"

Access to the comments Comentários
De  euronews
Sede da Agência Europeia de Medicamentos em Amesterdão, nos Países Baixos
Sede da Agência Europeia de Medicamentos em Amesterdão, nos Países Baixos   -   Direitos de autor  Peter Dejong/Copyright 2021 The AP. All rights reserved   -  

A Agência Europeia de Medicamentos alerta que a pandemia da Covid-19 ainda não terminou e adverte que a mutação do vírus é mais rápida do que a atualização das vacinas.

O diretor de estratégias para as vacinas da EMA, Marco Cavaleri, afirma que os dados recolhidos pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças indicam que a Europa será atingida, nas próximas semanas, por uma "nova vaga", de casos com as novas sub-variantes da Ómicron.

"Na semana passada, uma destas novas variantes Ómicron, denominada BQ.1, foi identificada em pelo menos cinco países da União Europeia e do Espaço Económico Europeu. De acordo com o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças a BQ.1 e cada sub-variante, que se chama BQ.1.1, tornar-se-á a linhagem dominante em meados de novembro, até ao início de dezembro", diz Cavaleri.

A Agência Europeia de Medicamentos recorda que no outono e no inverno o SARS-CoV-2 e o vírus da gripe circulam em simultâneo, recomendando aos cidadãos que sejam inoculados com as duas vacinas, especialmente se pertenceram aos grupos de risco.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a Europa registou um 1,4 milhões de infeções e 3250 mortes, por covid-19, na última semana, recomendando, por isso, a continuação dos programas de vacinação.