This content is not available in your region

Rússia volta a atacar sistema energético da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
Sistema energético ucraniano atingido por mísseis russos
Sistema energético ucraniano atingido por mísseis russos   -   Direitos de autor  Sam Mednick/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.   -  

As infraestruturas energéticas da Ucrânia foram alvo de uma nova chuva de mísseis russos, numa aparente resposta ao ataque contra a frota da Rússia no Mar Negro, no sábado.

O ataque russo deixou 80% dos habitantes da capital ucraniana sem água. O dia-a-dia da população torna-se cada vez mais difícil.

"As autoridades locais informaram-nos que na margem esquerda a água voltaria, e parcialmente na margem direita. Não sei se a água está a voltar ou não, mas neste parque há uma fonte. Estamos em Kiev há dois anos, viemos buscar água e estamos à espera na fila para conseguir água potável porque acho que nós e as crianças precisamos de água”, diz Tamara. 

"Ouvimos um barulho específico. Depois disso, sentimos algo a sobrevoar e ouvimos o som da explosão e todos fugiram", afirma Victoria Popova, bancária. 

De acordo com o Ministério da Defesa russo, "todos os ataques atingiram os seus objetivos". O Exército ucraniano responde que 44 dos 50 mísseis lançados pela Rússia foram abatidos. Um deles caiu em território moldavo.

Com o inverno a aproximar-se há centenas de localidades ucranianas sem água e eletricidade.

A nova onda de ataques russos desta segunda-feira atingiu dez regiões da Ucrânia e provocou danos em 18 infraestruturas, principalmente energéticas. Em sete destas houve cortes de eletricidade.