Última hora

Última hora

Benfica despede-se da Liga dos Campeões com nulo, Paulo Sousa foi a Anfield afastar o Liverpool

A Liga dos Campeões até pode ser o maior palco do futebol europeu mas Benfica e Bayer Leverkusen pouco fizeram para justificar a presença. Empataram

Em leitura:

Benfica despede-se da Liga dos Campeões com nulo, Paulo Sousa foi a Anfield afastar o Liverpool

Tamanho do texto Aa Aa

A Liga dos Campeões até pode ser o maior palco do futebol europeu mas Benfica e Bayer Leverkusen pouco fizeram para justificar a presença. Empataram a zero num encontro sem grandes motivos de interesse.

Jorge Jesus aproveitou para dar minutos aos jogadores menos utilizados (João Teixeira estreou-se pelos encarnados) e poupar as principais figuras para o jogo de domingo no Estádio do Dragão e a verdade é que não se deu mal.

Os encarnados até podiam ter conquistado os três pontos se não fosse a desinspiração de Lima na hora de rematar à baliza.

Os alemães até tinham algo em jogo, só a vitória interessava para garantir a vitória no grupo C, mas nem isso serviu de motivação.
O nulo com que terminou o encontro é perfeitamente justo, aproveitou o Mónaco, que derrotou o Zenit por 2-0 e garantiu o primeiro lugar do grupo. Os russos terão de se contentar com a Liga Europa.

Paulo Sousa foi a Anfield eliminar o Liverpool

Nos restantes jogos da noite, o grande destaque vai para o Basileia. A equipa de Paulo Sousa foi a Anfield impor um empate a uma bola ao Liverpool e garantiu um lugar nos oitavos-de-final à custa dos ingleses.

Em Madrid, o Real não sentiu dificuldades frente ao Ludogorets. Os merengues jogaram mais de uma hora em superioridade numérica e venceram por 4-0.

Cristiano Ronaldo abriu o ativo da marca de grande penalidade, Fábio Espinho foi titular nos búlgaros.

Em Turim, Juventus e Atlético de Madrid empataram a zero, um resultado que serviu às mil maravilhas os objetivos de ambas as equipas.

Os espanhóis venceram o grupo, os italianos garantiram o apuramento. A vitória do Olympiacos frente ao Malmö por 4-2 apenas lhes valeu um lugar na Liga Europa.

No grupo D já estava tudo decidido. O Borussia Dortmund, já com o primeiro lugar garantido, empatou em casa com o Anderlecht. O Arsenal, que também já tinha carimbado o passaporte para os oitavos, foi a Istambul golear o Galatasaray por 4-1.