This content is not available in your region

Revista do ano 2014: Os primeiros seis meses

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Revista do ano 2014: Os primeiros seis meses

<p>Bem-vindo à revista do ano 2014, rica em emoções desportivas e para a qual escolhemos um grande evento ou uma pessoa para cada mês deste magnífico ano desportivo.</p> <p><strong>Janeiro</strong><br /> O ano abriu com o tradicional concerto em Viena e saltos de esqui. Mês frio e de muita neve. Mas… e se dermos a volta à situação? No hemisfério sul, janeiro é o mês dos churrascos, do calor e da praia. Acima de tudo, é a altura de uma corrida lendária, o Dakar, o rali por excelência, é um teste à capacidade humana sobre rodas e que liberta paixões desenfreadas. Uma vez mais decorreu na América do Sul, percorrendo três países: Argentina, Bolívia e Chile. O espanhol Marco Coma (<span class="caps">KTM</span>) venceu nas motos, com o português Hélder Rodrigues (Honda) a terminar em quinto. Nos automóveis, Carlos Sousa (Haval) entrou a ganhar a primeira etapa, não chegou ao fim e acabou por ser o também espanhol Nani Roma (Mini) a festejar. Nos camiões, domínio russo, com triunfo de Andrey Karginov ao volante de um Kamaz.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>Classement officiel du <a href="https://twitter.com/hashtag/Dakar2014?src=hash">#Dakar2014</a> ! Auto: Roma . Moto :Coma. Quad: Casale. Camion :Karginov. <a href="https://twitter.com/dakar"><code>dakar</a> <a href="https://twitter.com/SportAutoLive"></code>SportAutoLive</a>. <a href="http://t.co/XKBnPa6nBI">pic.twitter.com/XKBnPa6nBI</a></p>— News Sport Auto (@RollandThibaul7) <a href="https://twitter.com/RollandThibaul7/status/425161866730807297">20 janeiro 2014</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p><strong>Fevereiro</strong><br /> O segundo mês do ano é sinónimo, de quatro em quatro anos, de Jogos Olímpicos de Inverno. Quais são as recordações que vamos guardar dos jogos de Sochi? A alegria de Ole Einar Bjorndalen ou a dor de Axel Lund Svindal? Os adeptos russos também tiveram altos e baixos. A equipa olímpica da casa ocupou o primeiro lugar da lista dos países medalhados mas sem qualquer medalha no hóquei em gelo o quadro parece incompleto. Portugal esteve presente através dos esquiadores lusodescendentes Camille Dias e Arthur Hanse, que tiveram prestações modestas entre os mais de 2500 atletas oriundos de 88 países, que lutaram pelas 264 medalhas disputadas em Sochi.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>Russia tops Sochi medals table with 13 golds, Norway comes a close second <a href="http://t.co/nCQRdedgVu">http://t.co/nCQRdedgVu</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/ht?src=hash">#ht</a> <a href="http://t.co/jJ8XAL21rt">pic.twitter.com/jJ8XAL21rt</a></p>— Hindustan Times (@htTweets) <a href="https://twitter.com/htTweets/status/437781281359667202">24 fevereiro 2014</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p><strong>Março</strong><br /> O torneio de râguebi das Seis Nações, em março, deixou-nos alguns números para os anais da história da modalidade: – 20: o número de vitórias da Irlanda na competição; – 66 : o total de pontos obtidos por Jonathan Sexton; – 83: a diferença de pontos que permitiu ao “XV” da Irlanda ultrapassar a Inglaterra; – 141: o recorde de internacionalizações obtido por Brian O’Driscol, alcançado no dia 15 de março no Stade de France.</p> <p>O número que desconhecemos é o da quantidade de canecas vendidas em Dublin durante os festejos do título.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>Congratulations to Ireland "Six Nations Winners" & happy <a href="https://twitter.com/hashtag/StPatricksDay?src=hash">#StPatricksDay</a> 30% Off 6 Nations: <a href="http://t.co/PQPyJYHc3K">http://t.co/PQPyJYHc3K</a> <a href="http://t.co/mQzoXSSIEJ">pic.twitter.com/mQzoXSSIEJ</a></p>— Front Up Rugby (@FrontUpRugby) <a href="https://twitter.com/FrontUpRugby/status/445531431641419776">17 março 2014</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p><strong>Abril</strong><br /> No quarto mês de 2014, ao ganhar o primeiro “Major” da época de golfe, em Augusta, Estados Unidos, Bubba Watson obteve o segundo triunfo num torneio desta categoria em três anos. Com esta vitória, tornou-se no 17° golfista a ganhar mais do que um torneio “Major” desde 1934. Bubba Watson é conhecido pelos “drives” efetuados com o seu taco cor-de-rosa. Abril foi o mês de Bubba, durante o qual superou rivais como Jonas Blixt e Jordan Spieth, por 3 pancadas.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>Heartiest congratulations to <a href="https://twitter.com/bubbawatson"><code>bubbawatson</a> on winning his second Masters in three years at Augusta..&#10;<a href="https://twitter.com/hashtag/WellDeserved?src=hash">#WellDeserved</a> <a href="http://t.co/TfYKSNyf5B">pic.twitter.com/TfYKSNyf5B</a></p>&mdash; adi (</code>AdiUttam) <a href="https://twitter.com/AdiUttam/status/456379660079595522">16 abril 2014</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p><strong>Maio</strong><br /> A meio da primavera, o bom tempo começou a instalar-se no nosso quotidiano. As esplanadas começaram a encher-se. Maio é também o mês da final da Liga dos Campeões, que este ano teve como palco o Estádio da Luz, em Lisboa, Portugal. Foi, finalmente, o ano da tão desejada (em Madrid, entenda-se) “La Décima”. No entanto, mais pareceu uma final da Taça do Rei ou da Associação de futebol de Madrid. Frente a frente, Real Madrid e o rival Atlético de Madrid. Um dérbi, portanto, jogado em Lisboa. Com a equipa de Cristiano Ronaldo, Pepe e Coentrão a perder diante da de Tiago quando o jogo chegou aos 90 minutos, um golo de Sérgio Ramos levou a final para prolongamento. Com mais “pernas”, os “blancos” acabaram por ganhar, por 4-1, com Ronaldo a fechar a contagem diante ao campeão sensação dos principais campeonatos nacionais europeus.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>Foi o jogo mais emocionante que eu já vi ! Real Madrid vs Atlético de Madrid, final das champions no estádio da luz <a href="http://t.co/FJDP4WSfcM">pic.twitter.com/FJDP4WSfcM</a></p>— Goblin (@diogoandregomes) <a href="https://twitter.com/diogoandregomes/status/512330593544445952">17 setembro 2014</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p><strong>Junho</strong><br /> O acontecimento mais notável de junho no mundo de desporto foi a nona vitória de Rafael Nadal em Roland Garros (a estreia de Portugal no Mundial de futebol é obviamente para esquecer). Ao bater o então número dois mundial, o sérvio Novak Djokovic, o espanhol tornou-se no primeiro tenista do ranking <span class="caps">ATP</span> a ganhar nove vezes o mesmo torneio. Com este triunfo na terra batida de Paris, Rafael Nadal alcançou, aos 28 anos, o décimo quarto título do “Grand Slam” da carreira. Além disso, melhorou as suas estatísticas na capital francesa. Nadal conquistou Roland Garros logo na primeira participação, contabilizando uma derrota e 66 vitórias em dez anos.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>EL <span class="caps">HOMBRE</span> RÉCORD: Nadal es el único tenista en conseguir 9 veces un GS con sus victorias cosechadas en Roland Garros <a href="http://t.co/t9N4SSh8sO">pic.twitter.com/t9N4SSh8sO</a></p>— Gaston Taborda (@gazti10) <a href="https://twitter.com/gazti10/status/500112656003768320">15 agosto 2014</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p><iframe type="text/html" width="600" height="360" src="http://pt.euronews.com/embed/292884/" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p><iframe type="text/html" width="600" height="360" src="http://pt.euronews.com/embed/292732/" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p><iframe type="text/html" width="600" height="360" src="http://pt.euronews.com/embed/292734/" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p>