Última hora

Última hora

Angoulême: removidas as barreiras da polémica

Os dispositivos “anti-mendigos” instalados em Angoulême, no centro-oeste de França, foram retirados após uma vaga de contestação. As barreiras

Em leitura:

Angoulême: removidas as barreiras da polémica

Tamanho do texto Aa Aa

Os dispositivos “anti-mendigos” instalados em Angoulême, no centro-oeste de França, foram retirados após uma vaga de contestação.

As barreiras urbanas foram erguidas junto a um centro comercial da cidade numa das épocas mais movimentadas do ano. A instalação feita a 24 de dezembro originou uma onda de críticas e de protestos.

“Ficamos indignados, como toda a gente, e decidimos que era preciso fazer alguma coisa” refere uma jovem.

O presidente da Câmara de Angoulême que, inicialmente, justificou a instalação dos dispositivos como uma medida de segurança, acabou por recuar na decisão. Resta saber por quanto tempo.

“Vamos continuar a refletir sobre esta questão durante o mês de janeiro e espero que possamos chegar a uma solução, juntamente, com os comerciantes e os habitantes” afirma Xavier Boonnefont.

De acordo com a associação de comerciantes local, as barreiras destinavam-se a manter longe os traficantes de droga. A população fala de um falso argumento e denuncia a falta de humanismo do poder político.