Última hora

Última hora

Charlie Hebdo: Quem colocou em linha o vídeo de Amedy Coulibaly a justificar os ataques?

É a nova incógnita à qual a polícia francesa tenta responder: quem colocou em linha o vídeo onde se vê Amedy Coulibaly a justificar os seus atos e a

Em leitura:

Charlie Hebdo: Quem colocou em linha o vídeo de Amedy Coulibaly a justificar os ataques?

Tamanho do texto Aa Aa

É a nova incógnita à qual a polícia francesa tenta responder: quem colocou em linha o vídeo onde se vê Amedy Coulibaly a justificar os seus atos e a falar da coordenação com os irmãos Kouachi?

Point of view

"Os meus irmãos da outra equipa fizeram o Charlie Hebdo e eu sai para atacar a polícia", afirma Amedy Coulibaly

Neste vídeo, datado de após o ataque de Montrouge e agora publicado na internet, Amedy Coulibaly, o autor confesso do assassinato da jovem mulher-polícia, justifica os atos com “‘eles’ mereciam-no”. ‘Eles’, presume-se: os cartoonistas. E continua: “Os meus irmãos da outra equipa fizeram o Charlie Hebdo e eu saí para atacar a polícia. Fazer as coisas simultaneamente em conjunto mas separadamente permite ter mais impacto!”

Esta nova interrogação junta-se a uma outra: onde se encontra Hayat Boumeddienne? As últimas informações dão conta de que a jovem de 26 anos, viúva de Amedy Coulibaly, esteja atualmente na Síria, depois de um périplo pela Espanha e pela Turquia.

Inicialmente, as autoridades suspeitavam Hayat de ter participado na tomada de reféns da mercearia kasher, na Porte de Vincennes, que resultou em quatro mortos.

As quatro vítimas mortais – quatro homens, clientes judeus da loja – serão enterrados na próxima terça-feira, em Israel.