Última hora

Última hora

O poder da economia digital

Seja bem-vindo a mais um Business Planet. Esta semana viajámos até Paris para descobrir a história de sucesso de uma startup francesa especializada

Em leitura:

O poder da economia digital

Tamanho do texto Aa Aa

Seja bem-vindo a mais um Business Planet. Esta semana viajámos até Paris para descobrir a história de sucesso de uma startup francesa especializada na economia digital. Vamos também conversar com um perito para ficar a conhecer um pouco mais sobre o potencial do setor na Europa.

É a primeira plataforma social de baby-sitting na Europa. Lançada em 2012, em França, está agora disponível em sete línguas e em nove países. A plataforma permite pesquisar uma baby-sitter com base em cinco dezenas de critérios como a geolocalização, a certificação de alguns perfis ou ainda as notas atribuídas pelos utilizadores.

Benjamin Suchar, fundador e diretor-executivo de Yoopies.com:

“- Passámos do boca a boca tradicional, do telefonema aos amigos para encontrar uma baby-sitter, ao boca a boca 2.0 graças às ferramentas digitais e à rede.”

Recentemente a atividade da empresa estendeu-se ao conjunto de serviços pessoais e à comunidade, como o recrutamento de empregadas domésticas. A startup viu o volume de negócios aumentar 300 por cento ao ano e tem como objetivo tornar-se líder do setor na Europa.

Benjamin Suchar, fundador e diretor-executivo de Yoopies.com:

“- Passámos de 3 a 15 empregados, de 10 baby-sitters a 400 mil perfis, de Paris a França e depois à Europa. Em três anos crescemos como um cogumelo. E tudo graças a quê? A um simples computador.”

Estamos na “42”, uma escola única criada por um grande empresário francês do setor digital: Xavier Niel. A escola acolhe anualmente 900 alunos, gratuitamente e sem olhar a diplomas, para os formar nas tecnologias digitais.

Gilles Babinet é um empresário incontornável no setor digital e é um dos 28 campeões digitais da Europa. Uma das suas missões é ajudar as PMEs a enfrentarem a revolução digital.

Gilles Babinet, Campeão Digital de França:

“- Comecem, evidentemente, por utilizar um smartphone. Além disso, podem ir à internet para seguir pequenos cursos ou tutoriais que expliquem como funciona um dado sistema, para adquirir uma certa agilidade relativamente a esta revolução.”

Para se ser bem-sucedido na economia digital é preciso: primeiro – uma boa ideia, aplicável à internet e ao mercado; e, em seguida, ser capaz de angariar financiamentos. A plataforma de baby-sitting, por exemplo, obteve 200 mil euros de business angels e acaba de realizar uma nova recolha de fundos. Um exercício bem formatado.

Gilles Babinet, Campeão Digital de França:

“- Existe um tipo de dossier standard que é preciso respeitar. Também é preciso saber fazer uma apresentação de forma sintética e com determinadas regras para obter a aprovação do fundo e conseguir o financiamento.”

Benjamin Suchar, fundador e diretor-executivo de Yoopies.com:

“- A chave do sucesso reside na partilha das ideias. As pessoas com que vamos falar são os futuros fornecedores, colaboradores, empregados e clientes. No digital tudo se move muito depressa. Partilhem as vossas ideias.”