Última hora

Última hora

Swiss Leaks: HSBC de Genebra promoveu fraude fiscal massiva

A filial suíça do banco britânico HSBC ajudou a esconder ao fisco mais de 180 mil milhões de euros. Entre os clientes contavam-se estrelas como David Bowie e John Malkovich, os reis de Marrocos e da J

Em leitura:

Swiss Leaks: HSBC de Genebra promoveu fraude fiscal massiva

Tamanho do texto Aa Aa

A filial suíça do banco britânico HSBC ajudou a esconder ao fisco mais de 180 mil milhões de euros. A revelação é feita pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (http://www.icij.org), com sede em Washington, nos Estados Unidos.

De acordo com o coletivo, o HSBC de Genebra montou um esquema que permitiu aos clientes milionários evitar o pagamento de impostos. O escândalo veio a público em 2008, quando o antigo funcionário do banco inglês Hervé Falciani denunciou o caso às autoridades francesas. Falciani vive desde então sob proteção da polícia gaulesa. Mas os nomes e os montantes das personalidades envolvidas só agora foram divulgados.

Os dados referem-se aos anos de 2006 e 2007. Estrelas como David Bowie e John Malkovich, os reis de Marrocos e da Jordânia ou traficantes de armas e diamantes procurados pela Interpol fazem parte da lista. Muitos regularizaram, entretanto, a situação tributária. As contas com nomes portugueses totalizavam 856 milhões de euros.