Última hora

Última hora

Israel: Likud à procura de uma coligação para governar

Contrariamente às previsões, o Likud do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ganhou a eleição legislativa em Israel. Os resultados oficiais

Em leitura:

Israel: Likud à procura de uma coligação para governar

Tamanho do texto Aa Aa

Contrariamente às previsões, o Likud do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ganhou a eleição legislativa em Israel.

Os resultados oficiais divulgados quando faltavam contar 0,5% dos votos revelam que o Likud terá 29 ou 30 dos 120 lugares da Knesset, a assembleia parlamentar israelita.

Nethanyahu tem pressa de formar governo:

“Os cidadãos de Israel esperam que formemos uma liderança responsável rapidamente para trabalharmos para eles e vamos fazê-lo”, disse.

Mas essa tarefa pode não ser fácil. Vai ser preciso criar uma maioria de 61 lugares partindo de 30. Neste cenário, todas as alianças à direita parecem possíveis. Algumas negociações já começaram, nomeadamente com o nacionalista Naftali Bennett, cujo partido elegeu oito deputados, com os centristas do Kulanu e com formações ultra-ortodoxas.

O trabalhista Isaac Herzog da União Sionista, que as sondagens creditavam como potencial vencedora, já reconheceu a derrota e desejou boa sorte a Nethanyahu, lembrando ao povo de Israel que os desafios são os mesmos e os problemas também e que ele e Tzipi Livni continuarão a liderar a União Sionista e a apresentar-se como alternativa.

O processo de formação do novo governo pode demorar até 12 semanas.

O puzzle que Nethanyahu terá que compor para alcançar uma coligação pode tornar-se num verdadeiro quebra-cabeças.