Última hora

Última hora

Cristãos etíopes assassinados em novo vídeo dos jihadistas

O auto-proclamado Estado Islâmico divulgou no domingo um novo vídeo que ameaça os cristãos, mostrando a execução pelos jihadistas da Líbia de pelo

Em leitura:

Cristãos etíopes assassinados em novo vídeo dos jihadistas

Tamanho do texto Aa Aa

O auto-proclamado Estado Islâmico divulgou no domingo um novo vídeo que ameaça os cristãos, mostrando a execução pelos jihadistas da Líbia de pelo menos 28 homens, apresentados como sendo cristãos de origem etíope.

O vídeo de 29 minutos mostra dois grupos de homens apresentados como “fiéis” da “Igreja etíope inimiga”. Pelo menos 12 homens de um primeiro grupo são degolados numa praia, enquanto pelo menos 16 de um segundo grupo são mortos a tiro numa zona desértica.

Estas imagens surgem dois meses depois da divulgação do vídeo da execução de 21 cristãos coptas, que provocou uma operação militar egípcia de retaliação.

Antes da queda do regime de Kadhafi em 2011, trabalhavam na Líbia muitos etíopes. Cerca de dois terços da população etíope são cristãos, na maioria coptas ortodoxos, uma comunidade cuja presença no Corno de África remonta ao primeiro século.

É a primeira vez que os extremistas sunitas escolhem como alvo dos seus atos de violência vítimas originárias da Etiópia.

Addis-Abeba reagiu com uma “condenação firme de tais atrocidades, sejam as vítimas etíopes ou de outras nacionalidades”, segundo declarações à agência AFP do ministro da Comunicação da Etiópia, Redwan Hussein.

Os jihadistas tiram partido na Líbia da instabilidade política do país, dividido entre dois governos rivais, controlando zonas na região de Syrte, uma cidade costeira situada 450 km a leste de Tripoli.