Última hora

Última hora

Até onde pode ir uma mãe superprotetora?

Em leitura:

Até onde pode ir uma mãe superprotetora?

Tamanho do texto Aa Aa

Uma mãe dedica-se ao surf para estar perto do filho. "Ride" é a segunda longa-metragem escrita e realizada por Helen Hunt.

Até onde pode ir uma mãe superprotetora? Até à Califórnia para surfar com o filho. “Ride” é a segunda longa-metragem escrita e realizada por Helen Hunt. A atriz norte-americana incarna também o papel principal.

Point of view

Tive a ideia para o filme quando ouvi a expressão 'mãe futebol'. No Canadá, diz-se 'mãe-hóquei' e em Los Angeles, diz-se 'mãe surf'. Refiro-me às mães que estão curvadas a olhar para os filhos a jogarem. Pensei em usar essa imagem e invertê-la, pondo as mulheres em campo ou na água.

“Tive a ideia para o filme quando ouvi a expressão ‘mãe futebol’. No Canadá, diz-se ‘mãe-hóquei’ e em Los Angeles, diz-se ‘mãe surf’. Refiro-me às mães que estão curvadas a olhar para os filhos a jogarem. Pensei em usar essa imagem e invertê-la, pondo as mulheres em campo ou na água. É esse o ponto de partida do filme”, contou Helen Hunt.

“Quando fiz o meu primeiro filme, não queria fazer parte do elenco e depois acabei por fazê-lo. Desta vez nem sequer entrei nesse jogo porque pensei logo que não encontraria um ator que aguentasse o que eu aguentei. Estive no mar nove horas seguidas. Não podemos pedir tal sacrifício a um ser humano civilizado”, acrescentou a atriz norte-americana.

“Ride” chega às salas de cinema portuguesas a 17 de Setembro.