Última hora

Última hora

Cinema francês em destaque na abertura da 68ª edição do Festival de Cannes

Está aberta a 68ª edição do festival de cinema de Cannes. O fascínio da Sétima arte e dos atores e atrizes que lhe dão vida vão preencher as próximas

Em leitura:

Cinema francês em destaque na abertura da 68ª edição do Festival de Cannes

Tamanho do texto Aa Aa

Está aberta a 68ª edição do festival de cinema de Cannes.

O fascínio da Sétima arte e dos atores e atrizes que lhe dão vida vão preencher as próximas duas semanas desta habitualmente pacata cidade do sul de França.

À cerimónia de abertura não faltaram os habituais ingredientes que emprestam a este festival a aura de fascínio e encanto que o caracteriza.

Este ano, e pela primeira vez, a presidência do festival é bicéfala, cabendo aos norte-americanos, os irmãos Coen, Joel e Ethan.

O festival presta também uma homenagem especial a duas figuras de relevo do cinema europeu. Ingrid Bergman e a lenda viva do cinema francês, Catherine Deneuve.

Deneuve desempenha igualmente um papel de relevo na obra que inaugurou o festival, o filme La Tête Haute, de Emmanuelle Bercot, uma história que retrata o percurso de um adolescente pelo sistema judicial francês.

Portugal não tem nenhum filme na seleção oficial mas a mais recente obra de Miguel Gomes, As Mil e uma Noites, está presente no programa paralelo, Quinzena dos Realizadores.