Última hora

Última hora

Japão: Governo quer alterar lei que rege as forças armadas

No Japão o governo do primeiro-ministro Shinzo Abe aprovou um pacote de projetos de lei que, a serem autorizados pelo Parlamento, irão transformar

Em leitura:

Japão: Governo quer alterar lei que rege as forças armadas

Tamanho do texto Aa Aa

No Japão o governo do primeiro-ministro Shinzo Abe aprovou um pacote de projetos de lei que, a serem autorizados pelo Parlamento, irão transformar radicalmente o enquadramento das Forças de Auto Defesa, nome dado ao exército nipónico.

Desde o fim da II Guerra Mundial que o papel das forças armadas japonesas se limitava à defesa, em caso de agressão bélica.

As propostas agora apresentadas visam levantar os limites geográficos das operações militares que poderão por exemplo ajudar países aliados que sejam atacados.

A China já reagiu às propostas apresentadas pelo primeiro-ministro japonês.

“Já dissemos muitas vezes que, por razões históricas, os países vizinhos e a comunidade internacional estão muito atentos a qualquer alteração da política de segurança do Japão. Esperamos que o Japão aprenda com as lições da história, siga o caminho do desenvolvimento pacífico, faça mais coisas positivas concretas e tenha um maior papel construtivo neste região da Ásia em que coexistimos para a paz, a estabilidade e desenvolvimento”, disse a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Hua Chunying.

Alguns analistas dizem que a proposta de lei é uma resposta à hegemonia militar da China, com quem o Japão tem disputas territoriais, e ao programa de desenvolvimento de mísseis da Coreia do Norte.