Última hora

Última hora

EI tenta consolidar posições em Ramadi antes da "batalha de Anbar"

O exército iraquiano prepara-se para a “batalha de Anbar”, dias depois de sofrer uma nova derrota contra o grupo Estado Islâmico(EI) na província

Em leitura:

EI tenta consolidar posições em Ramadi antes da "batalha de Anbar"

Tamanho do texto Aa Aa

O exército iraquiano prepara-se para a “batalha de Anbar”, dias depois de sofrer uma nova derrota contra o grupo Estado Islâmico(EI) na província sunita e num momento em que os combatentes islamitas controlam, desde o fim de semana, a cidade de Ramadi.

Mais de 40 mil pessoas já abandonaram a localidade, de onde o grupo armado tenta consolidar posições, depois de um ataque surpresa fracassado durante a noite contra o exército e as milícias xiitas que preparam uma contra-ofensiva, a leste da cidade.

Para um responsável do exército iraquiano, “as milícias xiitas têm experiência e conhecem bem o terreno e estão a coordenar esforços com o exército iraquiano para neutralizar o grupo Estado Islâmico. Esta experiência em guerra urbana, em conjunto com os conhecimentos dos militares e polícias iraquianos, é decisiva para derrotar o grupo armado, em especial em Ramadi”.

Mas, a derrota do exército iraquiano e da campanha de bombardeamentos norte-americana, poderia obrigar a coligação internacional a mudar de estratégia em Ramadi.

O presidente norte-americano Barack Obama sugeriu ontem a possibilidade de formar e armar as tribos sunitas locais, quando o protagonismo no terreno das milícias xiitas – apoiadas pelo Irão – ameaça aprofundar a fratura entre as duas comunidades.